10 curiosidades sobre o filme Poderoso Chefão
1)O célebre roteirista Robert Towne, que escreveu clássicos comoChinatown,Operação YakuzaeMissão: Impossível, foi quem escreveu a cena em que Vito e Michael Corleone conversam no pátio.
2) Francis Ford Coppola achava que apenas dois atores poderiam interpretar Vito Corleone, Laurence Olivier e Marlon Brando, que considerava serem os dois maiores atores do mundo, em especial o segundo, que chegou a chamar de “meu herói”.

3) Mario Puzo, autor do livroO Poderoso Chefão, assina o roteiro do filme junto com Francis Ford Coppola, assim como de suas duas continuações, e faturou o Oscar pelos dois primeiros

4) Orson Welles e Anthony Quinn foram cotados pela Paramount para interpretar Vito Corleone.

5) Burt Lancaster queria interpretar Vito Corleone, mas nunca foi cogitado.

6) Coppola insistia que Marlon Brando era o ator ideal para o papel de Don Vito, mas os executivos da Paramount acharam que ele causaria muitos problemas. Para convencê-los, Coppola gravou um vídeo com Brando se transformando no personagem que impressionou a todos e assim conseguiu seu ator favorito.

7) A Paramount chegou a cogitar colocar o cineasta Elia Kazan para dirigir o filme, pois achavam que ele seria o único que conseguiria lidar com a personalidade de Brando. No entanto, Marlon Brando disse que se Coppola fosse tirado do projeto, ele também estaria fora.

8) Talia Shire, que interpreta Connie Corleone, filha de Vito, é irmã de Francis Ford Coppola.

9) Antes de Coppola, Sergio Leone foi convidado para dirigir o filme, mas recusou, pois achava que uma história que glorificava a máfia não era interessante o suficiente. Mais tarde, Leone se arrependeu de não tê-lo dirigido e acabou fazendo seu próprio filme de gângster,Era Uma Vez na América. Peter Bogdanovich também se recusou a dirigir o filme.

10)  Marlon Brando queria que o rosto de Don Corleone se parecesse com o de um buldogue, então resolveu encher a boca de algodão para seu teste. Para as gravações, foram usadas peças feitas por um dentista, que hoje estão em exposição em um museu em Nova York.

 

 

 


 

 

 
babilonia